quarta-feira, 9 de junho de 2010

Copa do mundo 2010



"Brasilzão" é o grande candidato.


E pra quem não concorda (Sempre tem um). Deixo aqui um trecho dum texto de Nelson Rodrigues (Que foi escrito antes da nossa primeira estrela ★)


"Os jogadores já partiram e o Brasil vacila entre o pessimismo mais obtuso e a esperança mais frenética. Nas esquinas, nos botecos, por toda parte, há quem esbraveje: - “O Brasil não vai nem se classificar!”. E, aqui, eu pergunto: - não será esta atitude negativa o disfarce de um otimismo inconfesso e envergonhado?
Eis a verdade, amigos: - desde 50 que o nosso futebol tem pudor de acreditar em si mesmo. A derrota frente aos uruguaios, na última batalha, ainda faz sofrer, na cara e na alma, qualquer brasileiro (...) Gostaríamos talvez de acreditar na seleção. Mas o que nos trava é o seguinte: - o pânico de uma nova e irremediável desilusão. E guardamos, para nós mesmos, qualquer esperança. Só imagino uma coisa: - se o Brasil vence na Suécia, e volta campeão do mundo! Ah, a fé que escondemos, a fé que negamos, rebentaria todas as comportas e 60 milhões de brasileiros iam acabar no hospício.(...)A pura, a santa verdade é a seguinte: - qualquer jogador brasileiro, quando se desamarra de suas inibições e se põe em estado de graça, é algo de único em matéria de fantasia, de improvisação, de invenção. Em suma: - temos dons em excesso. E só uma coisa nos atrapalha e, por vezes, invalida as nossas qualidades. Quero aludir ao que eu poderia chamar de “complexo de vira-latas”. Estou a imaginar o espanto do leitor: - “O que vem a ser isso?”. Eu explico.
Por “complexo de vira-latas” entendo eu a inferioridade em que o brasileiro se coloca, voluntariamente, em face do resto do mundo. Isto em todos os setores e, sobretudo, no futebol.(...)Eu vos digo: - o problema do escrete não é mais de futebol, nem de técnica, nem de tática. Absolutamente. É um problema de fé em si mesmo. O brasileiro precisa se convencer de que não é um vira-latas e que tem futebol para dar e vender, lá na Suécia."



____

Vocês podem notar, que esse texto tem mais de 50 anos, mas trocando algumas palavras como: "Suécia" por "África do Sul" ou "60 milhões" por "190 milhões" (Caramba, quanta gente !!).Vão ver que esse texto se encaixa à Copa atual.

Mas eu lhes digo, essa sexta estrela pode até não chegar (agora). Porém a verdade é que nós somos favoritos e se fosse outra seleção que ganhasse sua Copa continental e depois a Copa das Confederações, já estariamos falando desse país, com um baita respeito.

OBS: Nelson Rodrigues cita o trauma contra o Uruguai de 1950, em pleno Maracanã e por coincidência o time uruguaio será minha segunda seleção nessa Copa (Dá-lhe Loco Abreu)

E tua opinião sobre a seleção ? Acredita na seleção ou tu tá com "complexo de vira-latas verão 2010" ? hehehe

1 comentários:

Tyrone disse...

Sinceramente não acredito nesta Seleção. Acho que tem muitas estrelas. Na realidade não torço pelo Brasil....só torço pro meu Botafogo. Esse sim é o time que escolhi ser e amar. Abços.